O Ministério Público do Estado de Mato Grosso quer adquirir mais de 2,2 milhões de reais em telefones de luxo para seus membros.

A notícia causou indignação nacional. Também inconformado, o Observatório Social enviou notificação extrajudicial alertando para a imoralidade e ilegalidade da compra.

 

No entanto, na última sexta-feira, dia 18 de dezembro, recebemos a resposta do Procurador Geral de Justiça, José Antônio Borges Pereira, que o órgão mantém firme a decisão de adquirir os iPhones e outros celulares de luxo.

Leia a íntegra da resposta enviada ao OSMT.

Não nos conformamos com essa decisão. Por isso, convidamos você, cidadão e cidadã, para manifestarmos nossa insatisfação com o decisão do Ministério Público.

Participe do nosso “emailzaço”. siga as instruções e enviaremos e-mail para todos os membros do MPMT para sensibilizá-los da opinião pública a respeito da compra dos iPhones e outros aparelhos luxuosos.